SISMA-MT
ESPIA AQUI CURSOS

Auxílio Emergencial Mineiro começa a ser pago nesta quinta (14/10); veja

Por Espiaaqui em 13/10/2021 às 18:01:03
 Cerca de 1 milhão de famílias serão contempladas com o pagamento, que foi anunciado pelo governador Romeu Zema, no início de outubro. Ao todo, serão investidos R$ 650 milhões no custeio da medida assistencial. 


O recurso é concedido em meio ao contexto da crise econômica e social causada pela pandemia de COVID-19. Não é necessário nenhum cadastro, já que o benefício será concedido a pessoas já inscritas no CadÚnico. O pagamento do auxílio acontece após sanção de lei por parte de Zema, após aprovação de um projeto de lei na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). 

Quem tem direito?

 Terão direito ao auxílio 1,079 milhão de famílias mineiras que estavam inscritas no CadÚnico em 22 de maio de 2021. Dessa forma, não será necessário realizar nenhum pré-cadastro ou preencher qualquer documento para receber o dinheiro. Para saber se tem direito ao benefício, os interessados devem acessar o site do auxílio (clique AQUI) e informar o número do CPF ou do NIS (Número de Inscrição Social), que pode ser consultado no Cartão Cidadão, no Cartão do Programa Bolsa Família ou no site do CadÚnico (clique AQUI).  

Forma de pagamento 

 O depósito será feito exclusivamente em contas-poupança digitais da Caixa Econômica Federal, a conta "Caixa Tem". Para aqueles que já abriram a conta, o benefício será depositado automaticamente.  Quem ainda não possui esta conta na instituição, será aberta uma conta automaticamente, segundo o Governo de Minas, e que "poderá ser movimentada pelo aplicativo de smartphone "Caixa Tem". As contas correntes ou poupança convencionais que beneficiários porventura possuam na Caixa não serão utilizadas para crédito do benefício". Caso o beneficiário não tenha celular, poderá comparecer a uma agência da Caixa ou a uma Casa Lotérica, para que consiga fazer o saque do Auxílio Emergencial Mineiro. É preciso levar um documento com foto. 

Calendário de pagamento

 Segundo o Governo de Minas, as famílias que não têm o benefício do programa Bolsa Família e as famílias constituídas por mães solo (solteiras) e seus filhos, terão prioridade para receber. Neste caso, dinheiro será depositado no período de 14 a 21 de outubro de 2021.  Para as demais famílias, o recurso será depositado de 22 a 29 também deste mês. O recurso será destinado ao Responsável Familiar (RF), que é a pessoa que respondeu à entrevista do CadÚnico.  * Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.  

Fonte: EM

Tags:   Gerais
Comunicar erro
UNIFLOR

Comentários

HBL
Link112