SISMA-MT
ESPIA AQUI CURSOS

Duas comentaristas da Jovem Pan atualizam os conceitos de "vergonha alheia"

Por Espiaaqui em 19/11/2021 às 07:54:07

A passagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mexeu com a cabeça e com os ânimos da equipe da Jovem Pan. Ao citar o encontro do petista com o presidente da França, Emannuel Macron, no Palácio do Eliseu, em Paris, a comentarista bolsonarista Bruna Torley afirmou que o ex-presidente brasileiro foi visitar Jacques Chirac, que morreu em 2019. Bruna é aluna do escritor Olavo de Carvalho.

Essa não foi a única gafe. Menos de 24 horas depois, em um outro programa, foi perguntado porque Lula tem tanto destaque no exterior. Uma comentarista esbraveja e diz que Macron "acabou com a França" porque “liberou o aborto”. No entanto, o aborto na França foi legalizado em 1975, dois anos antes do Macron nascer (vídeos abaixo).

SAIBA MAIS: As consequências dos 40 anos de legalização do aborto na França

ASSISTA AOS VÍDEOS:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por verdades quase secretas (@verdades_quase_secretas)

O encontro de Lula com Macron teve protocolos de chefe de estado e a pauta da reunião não foi divulgada para a imprensa. Lula também recebeu um prêmio da revista Politique Internationale e palestrou na Sciences Po, a mais tradicional escola de política do mundo.

Jacques René Chirac foi um político francês filiado à UMP. Foi prefeito de Paris, e primeiro-ministro da França, de 1974 a 1976 e de 1986 a 1988. Foi também o vigésimo segundo presidente da França, de 1995 a 2007. Como presidente, foi também co-príncipe de Andorra, por inerência. Faleceu em 26 de setembro de 2019.

Fonte: pragmatismo politico

Comunicar erro
UNIFLOR

Comentários

HBL
Link112