EABOX

Fusão de buracos negros pode criar bolhas destruidoras de Universo

Por Espiaaqui em 29/11/2021 às 05:51:53
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Há indícios na física de partículas de que nosso universo pode não estar no estado de menor energia possível — em vez de um verdadeiro vácuo, ele pode estar em um estado chamado de falso ou vácuo metaestável. Se qualquer parte do universo entrasse em um verdadeiro vácuo, as leis da física como as conhecemos entrariam em colapso dentro daquela bolha de vácuo, que se expandiria à velocidade da luz e eventualmente engoliria tudo.do universo entrasse em um verdadeiro vácuo, as leis da física como as conhecemos [?]

Algumas pesquisas sugeriram que a extrema gravidade perto de um buraco negro poderia criar uma espuma de pequenas bolhas de vácuo. Se essas bolhas caíssem imediatamente no buraco negro, no entanto, esse processo poderia ocorrer sem destruir o universo.

Rostislav Konoplich, do Manhattan College, em Nova York calculou o que poderia acontecer se essas bolhas de vácuo se formassem na região entre dois buracos negros que colidem.

"Na região entre os horizontes de colisão dos buracos negros, você tem uma atração gravitacional de ambos os lados se equilibrando, então talvez por um curto intervalo de tempo a bolha possa existir "ensanduichada" entre os dois buracos negros", disse Konoplich.

A superfície de cada bolha de vácuo deveria formar uma espécie de película semelhante a uma bolha de sabão normal. Dado mesmo um pequeno período de tempo para percolar entre um par de buracos negros, poderia esperar-se que as bolhas colidissem uma com a outra. Os pesquisadores calcularam que se múltiplas bolhas colidissem de uma vez, a superfície de interseção poderia se tornar infinitamente densa, formando um micro buraco negro.

Devido a um processo chamado radiação Hawking, estes minúsculos buracos negros emitiriam uma mistura aleatória de partículas e se evaporariam extremamente rapidamente. Konoplich e seus colegas calcularam que todo este processo poderia ocorrer em apenas cerca de 10 milissegundos antes que os buracos negros maiores colidissem e devorassem quaisquer bolhas ou micro buracos negros em seu caminho.

Mas se existem bolhas de verdadeiro vácuo, não é necessariamente uma certeza de que as bolhas cairão com segurança nos enormes buracos negros que permitem sua formação, diz Ruth Gregory do King"s College London. "Sabemos que estas bolhas, uma vez formadas, começam a se expandir muito rapidamente e alcançar rapidamente a velocidade da luz", diz Gregory. "Se elas estiverem fora do horizonte, pode ser que se expandam em vez de cair para dentro".

Isto seria um desastre de proporções apocalípticas". "Se uma dessas bolhas de verdadeiro vácuo escapasse, destruiria o universo – oops", diz Gregory. O fato de o universo ainda existir sugere que as bolhas de verdadeiro vácuo são raras, se é que elas existem de todo, diz ela.

Entretanto, se elas existem e formam micro buracos negros, poderíamos detectar a radiação aleatória de sua eventual evaporação. "Se pudéssemos detectar algo assim, seria muito importante porque isso provaria que nosso universo é metastável a partir de um resultado observacional, não apenas teórico", diz Konoplich. Isso seria uma grande percepção da natureza fundamental de nosso universo, que os físicos teóricos ainda estão debatendo.

Fonte: socientifica

Tags:   Espaço
Comunicar erro
UNIFLOR

Comentários

HBL