SISMA-MT
ESPIA AQUI CURSOS

Em vídeo, detetive mostra contrato supostamente assinado por Ziad para "arquitetar plano" contra jornalista

Empresário do ramo da publicidade supostamente seria responsável pelo contato direto com profissional da espionagem, em caso que envolve a Família Mendes, como divulgado pelo site minutomt

Por FONTE: MINUTO MT | FOTO DESTAQUE: Reprodução em 15/09/2021 às 09:46:53
Foto: Reprodução minutomt

Foto: Reprodução minutomt

Gravações obtidas pelo MINUTO MT – e que já estão sob análise da Polícia Federal – mostram o detetive Ivancury Barbosa apresentando a um interlocutor um contrato que teria sido assinado pelo publicitário Ziad Fares, como parte dos serviços a serem executados contra o jornalista Alexandre Aprá.

Em notícia-crime protocolada por Aprá na PF, no último 3 de setembro, o profissional da comunicação aponta que, além de Ziad, o governador Mauro Mendes (DEM) e a primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, teriam contratado os trabalhos do detetive para que fosse arquitetado um plano para difamá-lo e caluniá-lo.

A notícia-crime contem vídeos e áudios que somam três horas de gravação e que trazem detalhes da tentativa de forjar um flagrante de tráfico ou pedofilia contra Aprá. Em um dos trechos ao qual a reportagem teve acesso o detetive descreve o seguinte: "A Virgínia (primeira-dama), na verdade, você não fala dela (indicando ser uma contratante oculta) [?] Esse aqui é o contrato. Ziad que assina", revela o detetive, ao manusear o documento.

Veja:



A gravação teria sido feita no dia 19 de agosto deste ano e foi obtida com a ajuda de um amigo de Aprá – que fingiu ser desafeto do jornalista – para se aproximar do detetive e lhe passar informações. Batizado na denúncia de "anjo", o infiltrado surgiu como um facilitador do trabalho do detetive, inclusive atuando com o mesmo. Com o ganho de confiança, conseguiu colher áudios e vídeos que foram fundamentais para desmontar o esquema.

Ziad é proprietário da ZF Comunicação, que presta serviços ao governo Mauro Mendes. As relações empresariais já existiam à época em que o político era prefeito da capital e se arrastam por décadas, também com a primeira-dama. Atualmente, Alexandre Aprá está fugido do estado, com medo da morte, e foi acolhido pelo Programa de Proteção Legal para Jornalistas.

Após o caso ganhar as principais páginas dos sites nacionais de notícia, Ziad negou envolvimento. Ele afirma que a "acusação do jornalista (Aprá) é absurda, de cunho político e com objetivo de prejudicar a minha imagem e os meus negócios".


Conforme já trazido pelo MINUTO MT, a investida do detetive, com histórico de falsidade ideológica e pistolagem, contra o jornalista, teria apoio até com um tenente da Polícia Militar.Um vídeo do profissional da espionagem instalando um rastreador no carro do jornalista foi entregue à Polícia Federal.

As conversas gravadas entre o detetive e o aliado de Aprá indicam claramente o envolvimento da Família Mendes no crime de perseguição. O governador e a esposa, contudo, negam participação na contratação do detetive e afirmam, por meio de nota, que processarão o jornalista por "calúnia".

Fonte: FONTE: MINUTO MT | FOTO DESTAQUE: Reprodução

Comunicar erro
UNIFLOR

Comentários

HBL
Link112