SISMA-MT
ESPIA AQUI CURSOS

Navio espião russo entra no Canal da Mancha e causa alerta na Marinha Real

Por Espiaaqui em 15/09/2021 às 11:52:40
O navio

O navio "Yantar" é classificado pelo Kremlin como um "navio de pesquisa oceanográfica"; especialistas discordam (Foto: Andrey Luzik/Wikimedia Commons)

Um navio russo com capacidade para lançar minissubmarinos entrou nas águas britânicas na manhã de segunda-feira (13). De acordo com o jornal britânico Metro, a embarcação de inteligência Yantar foi localizada no Canal da Mancha. O incidente sugere a maneira invasiva como o presidente russo Vladimir Putin estaria sondando as defesas da Grã-Bretanha.

Equipado com sistemas de rastreamento, o barco navegava ao longo da costa sul. De acordo com o site Marine Traffic, que monitora a movimentação náutica global, o Yantar está listado como um "navio de pesquisa". Porém, o Ministério da Defesa britânico (MoD, da sigla em inglês) o classificou como um "navio de guerra", e relatórios sugerem que ele seria usado para missões de reconhecimento russas.

O Kremlin afirma que a embarcação realmente se trata um navio oceanográfico de pesquisa, embora especialistas estejam em desacordo e afirmem que sua principal missão é a espionagem subaquática internacional. O jornal Mirror informou que o Yantar seria escoltado para fora das águas britânicas por um navio de patrulha da Marinha Real Britânica após realizar operações no Mediterrâneo.

O navio "Yantar" é classificado pelo Kremlin como um "navio de pesquisa oceanográfica"; especialistas discordam (Foto: Andrey Luzik/Wikimedia Commons)

O tabloide Express repercutiu o diagnóstico do analista de defesa H I Sutton em seu site CovertShores, que explicou que "o minissubmarino do Projeto 22010 da Marinha Russa Yantar é conhecido por vagar perto de cabos de internet submarinos. Acredita-se que suas missões incluam o corte de cabos e missões de inteligência".

O Yantar carrega submarinos não tripulados, que podem tirar fotos subaquáticas e coletar itens do fundo do mar. Entre os submersíveis a bordo está o AS-37, que pode mergulhar 6 mil metros (20 mil pés) abaixo da superfície.

Fonte: areferencia

Comunicar erro
UNIFLOR

Comentários

HBL
Link112