SISMA-MT
ESPIA AQUI CURSOS

Jornalista de MT morre após cirurgia para retirar tumor no cérebro

tualmente Luciana atuava como advogada. Ela passou por uma neurocirurgia em agosto no Hospital Metropolitano de Cuiabá.

Por Por G1 MT em 15/09/2021 às 12:47:21
Jornalista Luciana Menoli, de 49 anos, morreu na noite desta terça-feira (14) por complicações de uma cirurgia para retirada de um tumor no cérebro em Mato Grosso - Foto: Facebook

Jornalista Luciana Menoli, de 49 anos, morreu na noite desta terça-feira (14) por complicações de uma cirurgia para retirada de um tumor no cérebro em Mato Grosso - Foto: Facebook

A jornalista Luciana Menoli, de 49 anos, morreu na noite desta terça-feira (14) por complicações de uma cirurgia para retirada de um tumor no cérebro. Luciana era de Tangará da Serra e estava internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Cuiabá.

Em nota, o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT) lamentou a morte da profissional.

Atualmente Luciana atuava como advogada. Ela passou por uma neurocirurgia em agosto no Hospital Metropolitano de Cuiabá.

Segundo o Sindjor-MT, ela teve atuação destacada na imprensa de Tangará da Serra, em jornal, rádio, TV e websites.

O corpo de Luciana Menoli será transladado para Tangará da Serra ainda na manhã desta quarta-feira (15). O velório, assim como o sepultamento, ainda terá local e horário confirmados pelos familiares.



Nota:

O Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT), através do Núcleo de Tangará da Serra, lamenta o falecimento da profissional LUCIANA MENOLI, ocorrido na noite de ontem (terça-feira, dia 14 de setembro de 2021), em decorrência de complicações de uma neurocirurgia realizada em 17 de agosto próximo passado, no Hospital Metropolitano de Cuiabá.

Luciana, que contava 49 anos, teve atuação destacada na Imprensa de Tangará da Serra, em jornal, rádio, TV e websites.

Atualmente, exercia a profissão de advogada.

O corpo de Luciana Menoli será transladado para Tangará da Serra ainda na manhã de hoje (quarta, 15).

O velório, assim como o sepultamento, ainda terá local e horário confirmados pelos familiares.

À família enlutada, aos colegas e amigos, o Sindjor-MT transmite suas condolências pela irreparável perda.

Fonte: G1

Comunicar erro
UNIFLOR

Comentários

HBL
Link112