SISMA-MT
ESPIA AQUI CURSOS

Com repressão a movimentos da oposição, partido governista da Rússia é o favorito em eleições legislativas

Por Espiaaqui em 16/09/2021 às 08:56:05
O Rússia Unida, o partido governista, teria 30% dos votos, de acordo com as pesquisas, mas deve controlar uma porcentagem maior do Parlamento, já que os movimentos de oposição foram proibidos. Foto com os principais candidatos nas eleições legislativas na Rússia, em 6 de setembro de 2021

Kirill Kudryatsev / AFP

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu para que os eleitores de se país mostrem "patriotismo" durante as eleições legislativas marcadas para esta semana —os principais adversários do governo russo não puderam concorrer.

As eleições legislativas vão ocorrerão de 17 a 19 de setembro.

Putin decide se isolar, depois de ter contato com pessoas infectadas pelo coronavírus

O partido no poder, o Rússia Unida, deve ter uma vitória fácil e conseguir o controle do Parlamento (também conhecido como Duma). A votação acontece após uma repressão histórica que levou à prisão, ou ao exílio, dos mais proeminentes opositores do governo.

O Rússia Unida já controla o Parlamento e apoia sem hesitar as políticas do governo.

Se não fosse a repressão aos políticos dissidentes, o Rússia Unida teria menos de 30% dos votos, de acordo com as pesquisas. O partido foi atingido por escândalos de corrupção, e a população perdeu poder aquisitivo nos últimos anos.

Movimento proibido

O principal adversário de Putin, Alexei Navalny, está preso. Seu movimento foi declarado proibido por "extremismo".

Na quarta-feira (15), Navalny pediu aos eleitores que façam uma "votação inteligente", apoiando em cada distrito o candidato mais bem posicionado para colocar o da Rússia Unida em dificuldades.

As autoridades russas denunciaram a convocação de Navalny por um "voto inteligente" como uma forma de "extremismo" e acusaram os empresas americanas da Internet de interferência eleitoral por não terem removido os conteúdos do opositor.

Cerca de 108 milhões de russos são esperados nas urnas para eleger os 450 deputados à Câmara baixa do Parlamento.

As primeiras seções eleitorais abrem em Kamchatka, no Extremo-Oriente, às 17h desta quinta-feira (horário de Brasília). Os resultados devem começar a ser divulgados a partir das 15h de domingo (em Brasília).

Putin pede patriotismo na urna

"Conto com seu senso cívico de responsabilidade, sensatez e patriotismo, com sua preocupação em eleger deputados que trabalhem para o bem e o nome da nossa Rússia querida", declarou Putin em um vídeo publicado no portal do governo na madrugada desta quinta.

O presidente russo lançou este apelo no momento em que se encontra fisicamente isolado, após a detecção de dezenas de casos de Covid-19 em seu entorno. Esta situação ilustra as dificuldades da Rússia em controlar a pandemia em meio a uma complicada campanha de vacinação.

Seu breve discurso foi divulgado poucas horas antes do início das eleições legislativas.

Veja os vídeos mais assistidos do G1

Fonte: G1

Comunicar erro
UNIFLOR

Comentários

HBL
Link112